Bukowski, a saideira

Como ser um grande escritor

você tem que trepar com um grande número de mulheres

belas mulheres

e escrever uns poucos e decentes poemas de amor.

não se preocupe com a idade

e/ou com os talentos frescos e recém-chegados;

apenas beba mais cerveja

mais e mais cerveja

e vá às corridas pelo menos uma vez por

semana

e vença

se possível.

aprender a vencer é difícil –

qualquer frouxo pode ser um bom perdedor.

e não se esqueça do Brahms

e do Bach e também da sua

cerveja.

não exagere no exercício.

durma até o meio-dia.

evite cartões de crédito

ou pagar qualquer conta

no prazo.

lembre-se que nenhum rabo no mundo

vale mais do que 50 pratas

(em 1977).

e se você tem a capacidade de amar

ame primeiro a si mesmo

mas esteja sempre alerta para a possibilidade de uma derrota total

mesmo que a razão para esta derrota

pareça certa ou errada

um gosto precoce da morte não é necessariamente uma cosa má.

fique longe de igrejas e bares e museus,

e como a aranha seja

paciente

o tempo é a cruz de todos

mais o

exílio

a derrota

a traição

todo este esgoto.

fique com a cerveja.

a cerveja é o sangue contínuo.

uma amante contínua.

arranje uma grande máquina de escrever

e assim como os passos que sobem e descem

do lado de fora de sua janela

bata na máquina

bata forte

faça disso um combate de pesos pesados

faça como o touro no momento do primeiro ataque

e lembre dos velhos cães

que brigavam tão bem?

Hemingway, Céline, Dostoiévski, Hamsun.

se você pensa que eles não ficaram loucos

em quartos apertados

assim como este em que agora você está

sem mulheres

sem comida

sem esperança

então você não está pronto.

beba mais cerveja.

há tempo.

e se não há

está tudo certo

também.

Então, você quer ser um grande escritor

se não irrompe de dentro de você
apesar de tudo,
não faça.
a menos que venha sem pedir do seu
coração e da sua mente e da sua boca
e das suas entranhas,
não faça.
se você tem que se sentar por horas
encarando a tela do computador
ou debruçado em sua máquina de escrever
procurando palavras,
não faça.
se você estiver fazendo isso por dinheiro ou
fama,
não faça.
se estiver fazendo isso porque quer
mulheres em sua cama,
não faça.
se você tem que sentar lá e
reescrever de novo e de novo,
não faça.
se é cansativo apenas pensar em fazer isso,
não faça.
se estiver tentando escrever como outra
pessoa,
esqueça.

se você tem que esperar isso rugir de dentro de
você,
então espere pacientemente.
se isso nunca rugir de dentro de você,
faça alguma outra coisa.

se você primeiro tem que lê-lo para sua esposa
ou sua namorada ou seu namorado
ou seus pais ou para ninguém,
você não está preparado.

não seja como tantos escritores,
não seja como tantos milhares de
pessoas que se consideram escritoras,
não seja lento e entediante e
pretencioso, não se consuma com amor-
-próprio.
as livrarias do mundo têm
bocejado até dormir
sobre seu tipo.
não faça parte disso.
não faça.
a menos que isso venha de dentro
da sua alma como um foguete
a menos que manter isso
te leve a loucura ou
suicídio ou assassinato,
não faça.
a menos que o sol dentro de você esteja
queimando suas entranhas,
não faça.

quando for a hora,
e se você tiver sido escolhido,
isso será feito
sozinho e isso continuará se fazendo
a menos que você morra ou isso morra em você.

não há outra maneira.

nem nunca houve. 

Em terra de Tiririca, de Lula e de Dilma quem tem um Frota é rei

Taí uma coisa que eu, do alto do meu suposto cinismo, do meu olhar de gato para o mundo, de quem acha que de tudo já viu e a quem nada mais surpreende, choca ou impressiona, jamais imaginei, um dia, presenciar tal acontecimento.

O grande, o enorme, o imenso Alexandre Frota sendo disputado por seus dotes – vejam só vocês – políticos, de articulador parlamentar. Em vias de romper com o PSL, Frota já foi assediado por outros sete partidos políticos, todos ávidos para introduzir a pujança de Frota em suas hostes. Entre eles, o PP, o Podemos, o PSDB e o DEM, do qual Frota recebeu convite pessoal de ninguém mais ninguém menos que Rodrigo Maia, o presidente da Câmara dos Deputados, e de ACM Neto, presidente nacional do partido.

Alexandre Frota, o sir Lawerence Olivier do cinema pornô brazuca, um insaciável sem cura, elegeu-se deputado federal pelo PSL, partido do intrépido Jair Bolsonaro, com a intenção, creio eu, de conseguir colocar no rabo de uma nação inteira de uma só vez, ao mesmo tempo, duzentos milhões de cus à sua disposição.

Porém, a lua-de-mel de Frota com o PSL durou pouco. Não é de hoje que Frota declarou guerra ao próprio partido, principalmente ao Major Olímpio, líder do PSL no Senado. A gota d´água para o divórcio que se avizinha foi a oposição declarada de Frota à indicação de Eduardo Bolsonaro para embaixador do Brasil em terras do Tio Sam. “Nepotismo é o cacete!”, teria dito Jair Bolsonaro. “Nepote é sobrinho, porra! Eu tô nomeando meu filho!

A crítica de Frota não passou despercebida e nem foi bem aceita pelo pai do Eduardinho; tampouco ficou sem resposta, sem retaliação. Questão de desobediência à hierarquia, Alexandre Frota foi destituído pelo PSL de seu cargo de vice-líder do partido e perdeu a liderança de seus três diretórios.

O alarme da iminente “solteirice partidária” de Frota soou no Planalto Central. Frota passou a ser o solteiro da vez, um bom partido sem partido. A chance de trazer um estadista e um político do porte de Frota para as suas fileiras e para a sua bancada é oportunidade rara, daquelas que só aparecem uma vez na vida. Rodrigo Maia e ACM Neto não marcaram touca, convidaram Frota para o DEM.

Frota, feito noiva com vários pretendentes, desconversa, faz cu doce, diz que pretende ficar no PSL, diz que só sai se for expulso, mas, provavelmente, está a analisar os dotes oferecidos por cada um dos partidos. Quem dará o maior dote pelo dote de Frota?

Sobre o convite do DEM, Frota declarou : Fiquei muito feliz e honrado com o convite. ACM disse que tem acompanhado atentamente o meu trabalho na coordenação da Previdência e gostou. E que está me esperando de portas abertas e com tapete vermelho”.

Alexandre Frota incensado e disputado a tapa por sete partidos políticos desse nosso Brasil dantes mais varonil? E ainda a se fazer de difícil? Pãããããããta que o pariu!!!! Pudera. Em terra de Tiririca, de Lula e de Dilma quem tem um Frota é rei!!! 

Em off, lideranças do DEM teriam dito a um repórter que Frota será um grande ganho para o partido, haja vista a sua grande penetração nas gerações mais novas de eleitores.

Na minha urna, violão!!!!

Alexandre Frota fazendo uma coalizão com a traveco Bianca Soares.

Colírio de urtiga

Foi ela,

A rede de segurança que me seduziu ao salto

E minha queda não amorteceu;

Foi ela,

O deus que me fez virar ateu.


Foi ela,

A fogueira que me fez jogar fora meus agasalhos,

Demolir meu chalé

E me abandonou em hipotermia;

Foi ela,

Que me comissionou e me acomodou em sinecura de escravidão vitalícia

E, depois, me exonerou com a alforria.


Foi ela,

O assoalho que ruiu e se riu sob os meus pés,

Carcomido pelas formigas;

Foi ela,

Que pingou em meus olhos,

Quando estes lhe estenderam as mãos,

Duas gotas em cada um

De um colírio de urtiga.

Bispo Morphou Neophytos não dá pra trás em suas declarações

Mesmo acossado pela plebe iracunda, ignara, analfabeta e esquerdista que caga pela boca, majoritária habitante das redes sociais, o bispo ortodoxo Morphou Neophytos, que há alguns dias elucidou a causa da SIVA, a Síndrome Intrauterina da Viadagem Adquirida, afirmando que a mulher que liberar o cu durante o período gestacional dará à luz, indubitavelmente, a um filho gay, não deu pra trás em seu polêmico pronunciamento.

Nem tentou amenizá-lo e pôr-lhe panos quentes. Não se intimidou nem recuou frente à baba hidrofóbica do politicamente correto, dos justiceiros sociais de ipads e ipods.

Antes pelo contrário, macho de respeito e ortodoxo das antigas que é, reforçou-o!

Reiterou-o com a sólida fundamentação dos ensinamentos de São Porfírio : “digo o que pensa a Igreja Ortodoxa e os ensinamentos de São Porfírio, segundo o qual o gays deveriam viver solteiros e rezar para deixarem de ser gays”.

Valha-me São Porfírio! O Santo Protetor das Pregas!

Em seguida, o bispo misturou São Porfírio com Mendel e Watson e Crick, num verdadeiro Samba do Ortodoxo Doido : “um menino tem inclinação à homossexualidade da mesma forma que tem à música, e isso é passado geneticamente pela mãe. Ou seja, se a mãe tem talento musical, o filho vai herdá-lo via DNA. O mesmo acontece para o sexo anal“.

O bispo Morphou Neophytos acaba de ganhar um lugar de destaque na galeria Machos de Respeito do Marreta do Azarão, ocupada hoje por Danny Trejo, o Machete, na barra lateral direita do blog.

E São Porfírio acaba de ser eleito o Santo de Devoção do Marreta, também aparecendo a partir de agora na mesma barra lateral. Que, quando o assunto é garantir a integridade das pregas, ateu prevenido vale por dois.

Pãããããããta que o pariu!!!